quinta-feira, 31 de março de 2011

Estrelas e Cometas - Anjos - Há-de Haver Onde Começar





Há pessoas estrelas...Há pessoas cometas.
Os cometas passam.
Apenas são lembrados pelas datas que passam e retornam.
As estrelas permanecem.
Os cometas desaparecem.

Há muita gente cometa.
Passam pela vida da gente apenas por instantes.
Gente que não prende ninguém e a ninguém se prende.
Gente sem amigos.
Gente que passa pela vida sem iluminar, sem aquecer,
sem marcar presença.
Há muita gente cometa.
Assim são muitos e muitos artistas.
Brilham apenas por instantes nos palcos da vida.
E com a mesma rapidez com que aparecem, também desaparecem.
Assim são muitos reis e rainhas de todos os tipos.
Reis de nações, rainhas de clubes ou concurso de beleza.
Assim rapazes e moças que se enamoram e
se deixam com a maior facilidade.
Assim são pessoas que
vivem numa mesma família e que passam
pelo outro sem serem presença.

Importante é ser estrela. Estar presente.
Marcar presença. Estar junto.
Ser luz. Ser calor. Ser vida.

Amigo é estrela.
Podem passar os anos, podem surgir distâncias,
mas a marca fica no coração.
Coração que não quer enamorar-se de cometas
que apenas atraem olhares passageiros.

E muitos são cometas por um momento.
Passam, a gente bate palma e desaparecem.

Ser cometa é não ser amigo.
É ser companheiro por instantes.
É explorar sentimentos.
É ser aproveitador das pessoas e das situações.
É fazer acreditar e desacreditar ao mesmo tempo.
A solidão de muitas pessoas é conseqüência de
que não podem contar com ninguém.
A solidão é resultado de uma vida cometa.
Ninguém fica. Todos passam.
E a gente também passa pelos outros.

Há necessidade de criar um mundo de estrelas.
Todos os dias poder vê-las e senti-las.
Todos os dias poder contar com elas.
Todos os dias ver sua luz e calor.

Assim são os amigos.
Estrelas na vida da gente.
Pode-se contar com eles.
Eles são uma presença.
São aragem nos momentos de tensão.
São luz nos momentos escuros.
São pão nos momentos de fraqueza.
São segurança nos momentos de desânimo.

Olhando os cometas é bom não sentir-se como eles.
Nem desejar prender-se em sua cauda.

Olhando os cometas é bom sentir-se estrela.
Marcar presença.
Ter vivido e construído uma história pessoal.
Ter sido luz para muitos amigos.
Ter sido calor para muitos amigos.
Ter sido calor para muitos corações.

Ser estrela neste mundo passageiro,
neste mundo cheio de pessoas cometas,
é um desafio, mas acima de tudo,
uma recompensa.
É nascer e ter vivido e não apenas existido.

UM grande Amor - Fã Christian e Cristiano e Fátima Leão


Um grande amor é aquele que não faz seu coração parar no primeiro olhar, e sim acelerar a ponto de parecer que não irá mais caber em seu corpo.

Um grande amor é aquele que faz você se sentir especial, mas no fundo não tão boa o suficiente para ele.

Um grande amor é aquele que você tem medo e a insegurança de o perder, pois você não se enxerga sem ele.

Um grande amor é aquele que te mata de saudades. Que faz você se sentir sufocada e presa a uma agonia terrível só pelo fato de não se verem a alguns instantes.

Um grande amor é aquele que te faz possessiva. Você não o quer dividir com ninguém. Isso porque, dividindo voce terá que abrir mão dos pequenos instantes que passa ao lado dele, afinal por mais tempo que fiquem juntos, nunca será o suficiente.

Um grande amor é aquele que voce sente raiva nos momentos de briga, mas essa raiva nunca predomina o amor. Basta você lembrar do sorriso da pessoa amada, que parece que involuntariamente você começa a sorrir.

Um grande amor é aquele que faz nossos olhos se encherem de água só de cogitar um adeus.

Um grande amor é aquele que sequestra nossos pensamentos.

Um grande amor é aquele pode não ser perfeito, mas aos nossos olhos ele nao apresenta nenhum defeito. Ele é lindo do seu próprio jeito e ninguém se compara a ele.

Um grande amor é aquele que se o machucam, você se sente ferida por tabela. O defende com toda a garra, pois ninguém no mundo parece ser mais importante.

Um grande amor é aquele que te faz ir contra sua familia, amigos, colegas ... Você enfrenta o inferno por ele, pois ele é o único que te faz chegar no céu.

Um grande amor é um coisa única que sentimos no coração. Uma mistura de aperto, sufoco, alegria, tristeza e forte pulsação.

Não sei quantos grandes amores podemos ter na vida.
Não sei se grandes amores podem ser substituídos.
Não sei se grandes amores são eternos somente enquanto duram.

Mas, a sensação que esse grande amor te faz sentir é única. E você sempre a guardará em seu coração, como uma ilusão ou não.

sábado, 26 de março de 2011

Saudades de ser criança..


Saudades de ser criança...


Quem não se recorda dos seus velhos tempos de infância?

Como qualquer pessoa, eu também tenho as minhas vivências de criança, as minhas recordações, e que saudades que tenho delas!

Lembro-me de andar na rua a brincar com rapazes e raparigas, fosse verão ou inverno, dia ou noite, sem telemóveis, sem medos, livre que nem um passarinho...

Agora já não existe esta liberdade, as crianças de hoje, a meu ver, são tristes, não podem sair de casa sem estarem acompanhas por adultos, crianças de 6/7 anos já andam de telemóvel na mão, chegam a casa é playstation, xbox, computadores, etc, etc...

Quantas vezes subi e desci eu uma rampa, tipo downhill dos putos (lol), na minha bicicleta, quantas vezes caí eu dessa rampa abaixo, enrolada na bicicleta... chegava a casa branca como a cal da parede mas se me perguntassem o que é que eu tinha, dizia sempre que não tinha nada, não fosse ficar de castigo... hehehehe

Quantas vezes andei eu dentro das poças de água a apanhar girinos, chegava a casa com água e lama até ao pescoço e nos bolsos uns quantos girinos... Era ouvir ralhar da minha tia e ir a correr para a banheira antes que ela viesse de lá de mão esticada para mim... :P

Quantas vezes andei eu às libelinhas no meio de ervas onde mal me via...

Quantas vezes apanhei eu grilos, guardei-os em caixas de fósforos e depois alimentáva-os com bocadinhos de alface...

Quantas vezes subi amoreiras para apanhar as mais tenras folhas para alimentar a minha criação de bichos-da-seda que não parava de crescer dentro da caixa de sapatos...

Quantas vezes saltei descalça sobre uma fogueira...
Quantas vezes fui tomar banho para o rio, sem que a minha tia soubesse também pois claro, o pior era conseguir levar de casa o fato-de-banho ou biquini sem que a minha tia percebesse mas pronto, à falta de fato-banho era mesmo com cuecas depois tería de me enxugar ao sol antes de ir para casa...

Quantas vezes caí, quantas vezes me levantei, quantas vezes corri, quantas vezes fugi (hehehehe)...

Quantas vezes saltei ao elástico, à corda e ao eixo...
Quantas vezes brinquei às casinhas, ao berlinde, ao mata, ao lenço, cabra-cega, ao macaquinho chinês, às estátuas, às escondidas, ao meio, ao pisa, à apanhada, ao limoeiro, à sardinha, às cartas, à macaca, às grandes corriadas e ao bate-pé (:P)...
Nem sei responder quantas vezes fiz todas estas coisas e outras que tais... brincadeiras que se perderam no tempo, infelizmente...

Se hoje perguntarmos a uma criança que jogos são estes e que tipo de aventuras são estas, ficam a olhar para nós com ar de quem não sabe o que está a dizer.

Fui muito feliz durante a minha infância, cresci na rua e com a rua, lá descobri os meus limites, lá descobri o que a vida tem de melhor, o correr, o saltar, o ser-se livre de medos e obrigações... quem me dera poder voltar atrás e passar por tudo outra vez...

Por vezes bate-me esta saudade, saudade de ser criança, de ser pura com toda a minha inocência, enfim... de ser criança...

Quando somos crianças não vemos a altura de ser adultos, em adultos daríamos tudo para voltar a ser crianças...

VIVER - Não se esqueça de mim Nana caymmi


Viver, não é doar um pouco . . .É doar sempre.
Não é apenas suportar a ofensa. . .É esquecê-la.
Não é compadecer . . .
É ajudar, mesmo que isso se torne incômodo.
Viver, não é simplesmente sorrir. . .
É mais do que isso,
É fazer alguém sorrir.
Viver, não é medir sua ajuda,
É ajudar sem medir.
Não é ajudar somente quem está perto,
Mas estar sempre perto para ajudar.
Quem realmente vive e ama, não faz o que pode. . Faz o impossível.
Viver é sempre dizer aos outros que eles são importantes,
Que nós o amamos, porque um dia eles se vão
e ficamos com a nítida impressão de que não o amamos o suficiente.
VIVA . . .
Ame as pessoas ao seu redor,
diga-lhes o quanto elas significam para você,
perceba que a felicidade é uma coisa tão simples,
que você pode alcançá-la num só gesto,
Desde que esse gesto transmita tudo de bom que existe em você.
Desde que signifique SINCERIDADE
Desde que demonstre AMOR.
Ame as pessoas como se não houvesse amanhã ....

Dizendo verdades... - Amplidão - Elba Ramalho


Hoje eu queria me deitar no seu colo e dizer verdades que você já sabe...

Não que as palavras tenham saído de meus lábios, mas algo me diz que determinadas certezas já são suas há certo tempo...

Neste momento em que tudo parece tão perdido e vazio, eu gostaria de poder te pedir ajuda e revelar todos os meus segredos, sem precisar usar máscaras...

Desejaria que você chegasse até mim e, sem muito esforço, entendesse minhas dores pela tristeza do olhar que dirijo ao seu coração...

Apenas por hoje, eu adoraria que pudéssemos nos sentar sem pressa e, lentamente, compartilhar histórias nunca antes imaginadas...

Talvez pudesse demorar um pouco até que eu acreditasse que isso estava mesmo acontecendo, mas te asseguro que seria a realização de um grande sonho para mim...

Eu queria te entregar cada uma das lágrimas que tenho derramado e pedir que você as transformasse em sorrisos eternos... Ou, pelo menos, amenizasse as sequelas que ficam quando alguém se vai...

Por ora, sei que nada disso é possível e preciso cuidar das feridas a sós...

Mas, se um dia, em breve, eu entender que você sabe mesmo tudo que eu queria te contar, não hesitarei em confirmar suas suposições, iniciando nosso diálogo com um lindo e terno abraço!

Se os meus Olhos falassem... Paulo Gonzo - espelho(de outra água) EDP

Se os meus Olhos falassem


Butterfly.JPG


Se os meus olhos falassem,
contariam muitas histórias,
subiriam vales e montanhas,
voariam alto como os meus sonhos.


Se os meus olhos falassem,
Rodopiariam como um pião,
Rolariam como berlindes,
E falariam da minha constante tristeza.


Se os meus olhos falassem,
Falariam de ausências,
De permanências e insistências,
De dor e sofrimento,
Se eles falassem...!



Se os meus olhos falassem,
Falariam de perseverança,
De vontade de viver, de vencer,
De Amor, felicidade e alegria.
Se eles falassem...!



[Teriam muito para contar…]


[....Mas ainda há quem diga que os olhos também falam, são o "ESPELHO DA NOSSA ALMA", eu concordo embora, muitas pessoas não os saibam ler...]


DOR DE AMOR - Começo,Meio e Fim - Roupa Nova(Acústico 2)

Achei que aquela dor fosse durar para sempre, de tanto que doía.
Não era dor física, daquelas que a gente põe a mão pra amenizar.
Era dor de amor. Não tive a sorte de um amor tranqüilo.
Sentia o coração sendo rasgado, em finos trapos, bem devagarinho.
Doendo… Rasgando… Ferindo… Sangrando… E a cabeça só lembrava: você.

O chão que me faltou aos pés era o buraco em que eu queria me enterrar.

Mas queria viver! Viver pra te ensurdecer de tanto gritar eu te amo,

explodir meus pulmões de tanto chorar, me matar pra ver se te matava,

te matar pra ver se renascia.

Eu sorria quando tu sorrias, eu chorava quando tu choravas.

No fundo, só queria te fazer sentir aquilo que eu sentia,

te sobreviver do meu amor.

Quantas vezes quis abrir teu peito, te arrancar o coração e colocar o meu no lugar.

Toma! Experimenta me amar como eu te amo. Toma!

Quantas vezes quis rasgar meu peito, te tirar lá de dentro e dizer:

Vai! Segue teu caminho e esquece que eu existo, já não te preciso mais.

Me venci. Te matei em mim. Tudo ilusão…

Um amor desse tamanho não se mata assim.

Sonhei tantas vezes com o momento de te deixar que cheguei a te odiar.

Te amava e te odiava, te odiava mas te amava. E te sufocava com meu desejo.

E me viciava. E me afogava. E me afundava. Eu estava doente de você.

Passa, isso passa com o tempo, você dizia.

Hoje tenho que dizer que tens razão. Ainda te amo.

Mas calmo, suave. Ainda te amo.

Mas me permito amar outras pessoas. Ainda te amo.

Mas me permito viver sem você. Ainda te amo.

Mas existo pAra mim. Mas ainda te amo.


sexta-feira, 25 de março de 2011

- SÊ FELIZ - Eu vou seguir (video oficial) Marina Elali



Vê as gotas que brotam da rocha e que se transforma num pequeno riacho,
Sente a frescura das águas que correm pela encosta
Ouve o canto dos pássaros que compõem as mais belas melodias no silêncio da Natureza
Sente o orvalho que cai e que alimenta as folhas das plantas.
Olha para o céu e observa o movimento das nuvens que seguem rumos sem destino.
Escuta o riso de uma criança, que ri pela alegria que sente.
Olha o pôr-do-sol e contempla o céu estrelado que compõe uma manta de brilho.
Tudo tem um propósito.
AMA E VIVE
SÊ FELIZ.

Quando eu chegar... DHT ft. Edmee - Listen to your heart (remix version)



Quando eu chegar...

mulher000.jpg

Quando eu chegar sem nada dizer e permanecer em silêncio,
por favor, entende que só quero estar perto de ti.

Se notares que estou a ponto de chorar, não me digas " não chores ".
Deixa que as lágrimas venham e percebas
que eu não escondo o meu choro de ti.

Se eu te disser que estou muito triste,
por favor, não digas " não fiques assim ".

Deixa que a tristeza se esgote em mim e entende
que para ti não preciso de fingir.

Quando eu chegar com muita raiva de alguém,
não me tentes convencer que estou errada.
Por favor, deixa que eu descubra até que ponto
estou a exagerar e apoia-me enquanto eu precisar.
A raiva tem o seu próprio tempo para diluir-se.

Se eu começar a relatar as minhas mágoas,
por favor, ouve-me, e entende que eu não as revelo
para ninguém, a não ser para ti.

Quando eu te exponho as minhas decepções,
frustrações, fracassos e tantos sentimentos dolorosos,
noutras palavras estou a dizer-te que preciso
do teu colo, apenas do teu colo.
Por favor, recolhe-me e silencia,
com o teu coração unido ao meu.

Quando eu baixar os olhos para o chão,
não digas " olha para cima ".
Eu posso estar á procura dentro mim,
das respostas que necessito
e, nesse momento, a tua presença
- tão somente a tua presença -
poderá estar ajudar-me a encontrá-las.

Quando eu aparecer com medos, inseguranças,
preocupações, ansiedades e tantas outras
emoções desequilibradas, por favor, não me fales de terapias,
métodos, remédios, fórmulas prontas nem receitas de vida.

Entende que quando eu me abro para ti
- é somente para ti -
tudo me parece mais simples, mais fácil de lidar,
as nuvens clareiam-se e eu consigo retornar à paz.

O que nos une é forte o suficiente
para desafiar todos os limites de tolerância.
Sê tolerante comigo, pois sempre o serei contigo.

Quando, finalmente, eu abrir um amoroso
e fortalecido sorriso, abraça-me carinhosamente,
diz " estamos juntos " e preencha-se de renovada certeza
de que quando os papéis se inverterem,
eu serei para ti o que agora peço que seja para mim.


Lágrima - Dulce Pontes - Lagrima

Lágrima



Lágrima
Encontraram-se um dia, uma lágrima, uma estrela, uma pérola e uma gota
de orvalho. Falou primeiro a estrela:
Quem diria que eu tivesse o trabalho de descer das alturas luminosas, para vir conversar com vocês três?
Não sabem que sou mais alta que as nuvens?
E que a minha altivez fulgura entre mil chamas radiosas, na infinita
amplidão?
Mas, respondeu a pérola vaidosa: - Quem te dará valor, entre milhões de
lâmpadas no espaço?
Tu não passas de um grão de esplendor, metido na poeira do infinito.
Ninguém se lembra de te por nos braços! Enquanto eu, lá no fundo dos
oceanos, sou buscada e vendida aos soberanos, para enfeitar, com minha
limpidez, as coroas dos reis! Vivo no colo esplêndido dos nobres, e nos ricos
seios das rainhas...
Não como ti, que sob o olhar dos pobres poetas vagabundos te
encaminhas...
Valho mais que tu! E ainda mais valho que um orvalho e uma lágrima, pois
ambos são gotas d'água, sem o mínimo valor.
Disse o orvalho, com mágoa: Qual de vocês três, tem esse encanto de se
transformar em gozo, na boca imaculada de uma flor?
Eu venho lá de cima, radiante, nos braços da alvorada, cobrir de beijos uma
rosa, que se sente tão doce nesse instante, que vale a pena vê-la tão ditosa!
E trago o riso ao coração da Terra, engolfada em pranto.
Eis como sou feliz! Na campina, ou no cimo da serra, sou sempre uma
esperança cristalina, nos lábios sorridentes de uma flor! Calou-se o orvalho.
E a lágrima? Coitada, esta nada dizia...
E que respondes tu? Perguntaram os demais.
E ela, rolada na terra húmida e fria, nada ousava falar...
Porém, sublime e calma, respondeu: Eu sou o perdão no crime e a vibração
no amor!
Bailo no olhar risonho da alegria, moro no olhar tristíssimo da dor! Eu sou a
alma da saudade e da harmonia!
Sou o estrilo na lira soluçante dos poetas, sou oração no peito dos ascetas,
sou relíquia de mãe em coração de filho, sou lembrança de filho em coração
de mãe!
Não vivo nos seios perfumados, nos colos orgulhosos, na ostentação
efémera do luxo...
Porém, penetro no espírito do mundo, seja do rei, do sábio mais profundo,
do rústico mais vil... do pecador, do santo, até na face do Senhor um dia já
rolei...
Eu, lágrima pequena, penetrei no coração de Deus, e fiz estremecer, abrir-se extasiado o pórtico dos céus!
Não sei quantos pecados já lavei! A lágrima calou-se humildemente,
deslumbrando...
Em silêncio, a tudo contemplou serenamente, na vastidão vazia...
A estrela se ocultou atrás de uma nuvem e chorava...
A pérola desceu à profundeza dos mares e chorava também...
O orvalho tremulando sobre a relva também chorava...
E a lágrima, só a lágrima sorria!...

A cor da lágrima - Taylor Swift - You Belong With Me

A cor da lágrima


Por que a lágrima não tem cor?
Enquanto chorava, me pus a pensar.
Se fosse vermelha como sangue,
As minhas vestes poderiam manchar.
Se a lágrima fosse amarela,
A cor da alegria,
Expressar tristeza
Jamais poderia
Se fosse azul,
A cor da serenidade,
Eu não choraria jamais.
Seria só tranquilidade.

Se fosse branca
Como pétalas de rosas,
Não seriam lágrimas...
Mas pérolas preciosas.
Ainda mais uma vez
Fiquei me questionando...
Por que a lágrima não tem cor?
Se ela fosse preta,
Só expressaria o horror?

Por que será que a lágrima não tem cor?
A lágrima não tem cor...
Porque nem sempre exprime dor.
E se ela fosse roxa, como poderia
Expressar a alegria?
As lágrimas não têm cor
Porque são expressões da alma.
Quando o espírito está chorando,
O coração diz: tenha calma!

Se a lágrima tivesse cor
Deveria ter a cor do amor.
Ou mesmo a cor da paixão,
Que as vezes invade o coração.
Ou talvez a cor da tristeza
Que abala a alma e tira a calma
Mas faz em meu ser uma limpeza.

A lágrima não tem cor.
Porque ela nos aproxima do nosso Criador.
Se a lágrima tivesse cor
Eu só iria chorar de alegria.
Mas, e a lágrima da saudade?
De que cor ela seria?
E a lágrima da decepção,
De que cor seria então?
Se a lágrima tivesse cor
Deveria ter a cor de um brilhante.
Como a lágrima é preciosa,
Deus deu-lhe a cor do diamante.

Almas que se encontram - Spirit - here I am 1 with lyrics





Almas que se encontram

Dizem que para o amor chegar não há dia, não há hora nem momento marcado para acontecer. Ele vem de repente e se instala no mais sensível dos nossos órgãos, o coração. Começo a acreditar que sim. Mas percebo também que pelo fato deste momento não ser determinado pelas pessoas, quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores. Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada.

Quando duas almas se encontram o que realça primeiro não é a aparência física, mas a semelhança de almas. Elas se compreendem e sentem falta uma da outra. Se entristecem por não terem se encontrado antes, afinal tudo poderia ser tão diferente. No entanto sabem que o caminho é este e que não haverá retorno para as suas pretensões.

É como se elas falassem além das palavras, entendessem a tristeza do outro, a alegria, o desejo, mesmo estando em lugares diferentes. Quando almas afins se entrelaçam passam a sentir saudade uma da outra num processo contínuo de reaproximação até a consumação.

Almas que se encontram podem sofrer bastante também, pois muitas vezes tais encontros acontecem em momentos onde não mais podem extravasar toda a plenitude do amor que carregam, toda a alegria de amar e querer compartilhar a vida com o outro, toda a emoção contida à espera do encontro fatal.

Desejam coisas que se tornam quase impossíveis, mas que são tão simples de viver. Como ver o pôr-do-sol, caminhar por uma estrada com lindas árvores, ver a noite chegar, ir ao cinema e comer pipocas, rir e brincar, brigar às vezes, mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial. Amar e amar, muitas vezes sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo sem que a despedida se faça presente.

Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo e em um espaço diferentes do que suas realidades possam permitir. Mas depois que se encontram ficam marcadas, tatuadas e ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas, elas jamais conseguirão se separar. E o mais importante: terão de se encontrar em algum lugar. Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas porquanto entenderão, por si só, a infinita necessidade que têm uma da outra para toda a eternidade.

Fácil é... Brandi Carlile - The Story


Fácil é...



Falar é completamente fácil quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por atitudes e gestos o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e reflectir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já se fez muito errado.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso.
E com confiança no que diz.

Fácil e analisar sobre a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer ou ter coragem para fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende.
É assim que perdemos pessoas especiais.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.
Admitir que nos deixamos livres, mais uma vez, isso é difícil.

Fácil é dizer "oi" ou "como vai".
Difícil é dizer "Adeus".
Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém em nossas vidas...

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente eléctrica quando tocamos a pessoa certa.

Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só.
Amar de verdade, sem ter medo de viver, ter medo do depois.
Amar e se entregar.
E aprender a dar valor somente a quem te ama.

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.

Fácil é ditar regras.
Difícil é segui-las. Ter a noção exacta de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.

Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar a resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando da vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.

Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma.
Sinceramente, por inteiro.

Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que somente uma vai te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.

Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefónica.
Difícil é ocupar o coração de alguém.
Saber que se é realmente amado.

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fracção de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.