sexta-feira, 22 de julho de 2011

O amor



E o amor é uma delas.
Acredito piamente que a vida de cada um de nós é composta por uma sucessão ininterrupta de escolhas. Fazemos escolhas todo tempo, desde as mais simples e “automáticas”, até as mais complexas, elaboradas e planejadas. Quanto mais maduros e conscientes nos tornamos, melhores e mais acertadas são as nossas escolhas.
Assim também é com o amor. Podemos escolher entre amar e não amar. Afinal de contas, o amor é um risco, um grande e incontrolável risco. Incontrolável porque jamais poderemos obter garantias ou certezas em relação ao que sentimos e muito menos ao que sentem por nós. E grande porque o amor é um sentimento intenso, profundo e, portanto, o risco de sofrermos se torna obviamente maior!
Por isso mesmo, admiro e procuro aprender, a cada dia, com os corajosos, aqueles que se arriscam a amar e apostam o melhor de si num relacionamento, apesar das possíveis perdas. Descubro que o amor é um dom que deve vir acompanhado de coragem, determinação e ética.
Não basta desejarmos estar ao lado de alguém, precisamos merecer. Precisamos exercitar nossa honestidade e superar nossos instintos mais primitivos. É num relacionamento íntimo e baseado num sentimento tão complexo quanto o amor que temos a oportunidade de averiguar nossa maturidade.
Quanto conseguimos ser verdadeiros com o outro e com a gente mesmo sem desrespeitar a pessoa amada? Quanto conseguimos nos colocar no lugar dela e perceber a dimensão da sua dor? Quanto somos capazes de resistir aos nossos impulsos em nome de algo superior, mais importante e mais maduro?
Amar é, definitivamente, uma escolha que pede responsabilidade. É verdade que todos nós cometemos erros. Mas quando o amor é o elo que une duas pessoas, independentemente de compatibilidade sanguínea, família ou obrigações sociais, é preciso tomar muito cuidado, levar muito o outro em conta para evitar estragos permanentes, quebras dolorosas demais.
O fato é que todos nós nos questionamos, em muitos momentos, se realmente vale a pena correr tantos riscos. Sim, porque toda pessoa que ama corre o risco de perder a pessoa amada, de não ser correspondida, de ser traída, de ser enganada, enfim, de sofrer mais do que imagina que poderia suportar. Então, apenas os fortes escolhem amar!
Não são os medos que mudam, mas as atitudes que cada um toma perante os medos. Novamente voltamos ao ponto: a vida é feita de escolhas. Todos nós podemos mentir, trair, enganar e ferir o outro. Mas também todos nós podemos não mentir, não trair, não enganar e não ferir o outro.
Cada qual com o seu melhor, nas suas possibilidades e na sua maturidade, consciente ou não de seus objectivos, faz as suas próprias escolhas. E depois, arca com as inevitáveis consequências destas.
Sugiro que você se empenhe em ser forte a fim de poder usufruir os ganhos do amor e, sobretudo, evitar as dolorosas perdas. Mas se perceber que ainda não está pronto, seja honesto, seja humilde e ao invés de jogar no chão um coração que está em suas mãos, apenas deixe-o, apenas admita que não está conseguindo retribuir, compartilhar…
E então você, talvez, consiga compreender de fato a frase escrita por Antoine de Saint Exupéry, em seu best seller O Pequeno Príncipe: “Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa”.
Porque muito mais difícil do que ficar ao lado de alguém para sempre é ficar por inteiro, é fazer com que seja absolutamente verdadeiro… ou então partir, inteira e verdadeiramente também! E é exactamente isso que significa sermos responsáveis por aquilo que cativamos…

APAIXONADA




Posso ter defeitos, viver ansiosa e ficar irritada algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá a falência." Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não“. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. <<< "Pedras no caminho? GUARDO TODAS, UM DIA VOU CONSTRUIR UM CASTELO..."

A VIDA É FEITA DE PEDACINHOS - Alexandre Pires - Sair da Solidão ♫

Pedacinhos de tempo que vivemos.
Não importa a quantidade de tempo,
mas a qualidade do tempo que vivemos.
Cinco minutos podem ter uma importância
muito maior do que um dia inteiro...!
O limite é o sonho...
O limite é o nada...
O limite é abraçar a vida...
É atravessar fronteiras...
É deixar o tempo para trás...
Perseguir a luz do dia...
O limite é viver mais um dia...
De limites é o meu eu...
De acasos o meu ser...
O limite é o céu...
O limite é vencer!!

domingo, 10 de julho de 2011

Fiz-te folha de papel - D' Black & Negra Li - 1 Minuto


Fiz-te folha de papel,
Escrevi-te no chão frio,
Cinzento de cimento do meu quarto…
Escrevi-te nas mais belas palavras inventadas,
Com letras maiúsculas pretas,
Como titulo na capa de um livro
Que nunca li
Porque ninguém o escreveu.
Escrevi-te na folha de papel
Em que te fiz…
Lembrei-me de como ris,
Como me fazes feliz…
Escrevi-te sem lápis nem caneta,
No frio do chão,
Na folha de papel…
Escrevi-te com um olhar somente,
Fechei-te na minha mão,
Escrevi-te na folha de papel
Que é o meu coração…
Gravei-te… guardei-te!!
!


Sem Ti -


Image Hosted by ImageShack.us
Deixaste o silêncio falar
Sobre as minhas palavras,
Fizeste o vento soprar
Só para não te falar!

Feriste um sentimento,
Tiraste o meu momento,
Só queria um minuto
Num espaço do teu tempo!

Levaste o meu sorriso
Para parte incerta,
Mudaste a minha vida,
Deixaste-a deserta sem ti,
Sem ti…

Deixaste-me a ti chegar,
Ocupaste um lugar,
Depois saíste sem avisar
Levando o brilho do meu olhar!

Tanto que te amei,
Tanto de mim eu dei,
Como é que me deixaste
E de ti não me libertaste?

Levaste o meu sorriso
Para parte incerta,
Mudaste a minha vida,
Deixaste-a deserta sem ti,
Sem ti…

Vou andando por aqui,
Vou pensando em ti,
Caminhando sem saber
Como te esquecer…

Levaste o meu sorriso
Para parte incerta,
Mudaste a minha vida,
Deixaste-a deserta sem ti,
Sem ti…

Vagueando sem ti… sem ti!


sábado, 9 de julho de 2011

Minha vida é o meu amor - HADDAWAY - "I Miss You" (Legendado em Português)



Querida(o),

Desde que você surgiu no meu caminho, tornou-se impossível para mim imaginar a vida sem a sua presença constante. Quando você não está por perto me vem uma profunda sensação de vazio, um estranho sentimento de vácuo, de total desorientação.
Sem você falta-me o chão, falta-me a segurança que você me transmite através de um simples sorriso de concordância ou consentimento, falta-me sempre a certeza de estar fazendo o mais correto ou o melhor. Sem você também faltam-me o céu e os sonhos. É da sua presença que me vem a inspiração para projetar o futuro ou mesmo a força para ultrapassar as dificuldades cotidianas.
Minha vida é o meu amor. É por ele que eu procuro me fazer melhor a cada dia, é por ele que eu me faço uma pessoa mais carinhosa e gentil, e é nele que meus pulmões encontram a força para respirar e me manter vivo.
Meu amor é alguém especialmente maravilhoso. É ele quem mais me admira as virtudes e quem mais me compreende os pecados, vícios e manias que carrego.
Meu amor reconhece nossas afinidades e respeita as nossas diferenças. Sabe me trazer calma e paz. Toca-me a alma com doçura e generosidade, e sem ele o Existir não teria mais sentido para mim.
Minha vida é o meu amor. E o meu amor é você.

O AMOR : mariah carey- without you ''tradução''





Imagens de amor para colorir
O amor nos tira o sono, nos tira do sério,
Tira o tapete debaixo dos nossos pés,
Faz com que nos defrontemos com medos e fraquezas,=
Aparentemente superados,
Mas também com insuspeitada audácia e generosidade.
E como habitualmente tem um fim
Que é dor,

Complica a vida.
Por outro lado, é um maravilhoso ladrão da nossa arrogância.
Quem nos quiser amar agora terá de vir com calma,
Terá de vir com jeito.
Somos um território mais difícil de invadir,
Porque levantamos muros,
Inseguros de nossas forças disfarçamos a fragilidade
Com altas torres e ares imponentes.
A maturidade me permite olhar com menos ilusões,
Aceitar com menos sofrimento,
Entender com mais tranqüilidade,
Querer com mais doçura.
Às vezes é preciso recolher-se.

SAUDADES DO MAR!






Tenho saudades do mar...
de olhar o infinito
do sol nascendo no horizonte...
o doce crepúsculo no fim das tardes
e nas maravilhosas noites ao luar!

Tenho saudades do mar...
daquele cheiro gostoso de sal
- aroma inconfundivel -
das ondas marulhando e quebrando
como canções de tenor á beira mar.


Tenho saudades do
verde esmeralda de
suas águas límpidas e
de seu requebrado ao
lançar as suas espumas que
estendem-se nas areias
com suas águas a me acariciar!


Adoro a solidão de suas praias
das velas que flamejam ao vento
das gaivotas a voar...
Quantas vezes quis atravessar o
oceano para medir suas distancias..

Ah! vontade tão grande
de nas suas águas navegar!

MINHAS RIMAS





Ouço uma voz dentro de mim
que me diz palavras de amor
fazendo rimas...
perfeito sentir me ditando um poema!

Eu o escrevi... mas apaguei
Nos versos perdidos
os sonhos esquecidos
os beijos que não te dei
o momento adiado
dos anos perdidos à tua espera!

As rimas que fiz
não voltei a escrever...
o amor que te dei não tinha fim
era muito além de mim ...era eterno!

E...nos caminhos que percorri
não importa o que vivi já
nem tenho pressa
deixei voar teu desamor
o poema que era pra ti
nunca mais escrevi
só restou a saudade!

D`Black Sem Ar




Preguei a pena na mão e escrevi…
Estampei tudo o que sentia em verso!,
Resgatei as razões deste universo
E o amor que sempre senti eu vi!

Que a perfeição não existe, percebi!
Que os desejos são por vezes o inverso,
Que a consciência é um mundo disperso;
A morte e a sede que sinto por ti!

E o que é o amor se não contradição
De sentimentos, frutos da paixão;
De suspirar num vácuo de um universo?

E resta uma pequena aspiração!
O resto de um princípio sem mais não
E que espero que acabe em vulto denso…

SE O AMANHÃ NÃO VIER... Seal - Secret (Feat. Heidi Klum) (Official Music Video)






Se o amanhã não vier
se não existir o amanhã
saberás o quanto te amei?
Será que o meu amor
transirá além da vida?

Às vezes pergunto ao meu coração
e eu choro muito pensando
no que eu poderia tentar fazer
se o amanhã não vier...
se ele não chegar...


Olho para as estrelas tão distantes
nelas vejo teus olhos
teu sorriso
e me parece
ver ...o teu rosto
tão por mim amado!


Estive sozinha...com medo...
tanto tempo sem ti...
tudo continua quieto
a vida adormece és o
meu maior sonho
se eu não acordar amanhã
o que será de mim?

Mas se eu tenho nesta noite
a beleza do luar...
a brisa que levemente sacode
meus cabelos
e esse perfume ...fragrancia que vem
de todos os jardins
porque eu preciso do amanhã?

Se o amanhã não vier...sem ti
não verei o sol brilhar!

Eu Pertenço a Ti





Eu Pertenço a Ti
Agora não, não quero mais defender-me.
Superei dentro de mim os obstáculos
Os meus momentos mais difíceis
Por ti
Não há razão
Não há certo
É um cristal claro
Eu ouço tua voz
E toda a escuridão desaparece
Todas as vezes que olho dentro dos teus olhos
Tu me fazes amar-te
Este inverno vai acabar
E eu amo-te de verdade
Fora e dentro de mim
Como tu me fezes-te amar
Com as tuas dificuldades
E eu amo-te de verdade
Eu pertenço a ti, e tu pertences a mim.
Para sempre
Eu quero-te
Querido, eu quero-te.
E eu queria que tu soubesses
Que eu acredito:
Tu és o vento que está sob as minhas asas
Eu pertenço a ti, e tu pertences a mim.
Caminhei por pensamentos íngremes
Tu és a minha fantasia
Pela solidão e desertos áridos
Tu és a minha brisa suave
No ritmo da tua paixão agora eu viverei
E eu nunca te vou deixar partir
O amor atravessará
Tu és o pedaço que me completa
As ondas dos seus momentos
Eu posso sentir-te na minha alma
Profundo como oceanos
Vencerei por ti os medos que eu sinto,
Quanto brotam dentro as palavras
Que não tinha dito mais sabes...
Eu quero-te, querido, eu quero-te,
E eu queria que tu soubesses:
Relâmpagos no silêncio: somos nós.
Eu pertenço a ti, tu pertences a mim,
Tu és o vento que está sob as minhas asas,
Eu pertenço a ti, tu pertences a mim.
Agora eu sinto-te
Eu vou pertencer para sempre...
A TI