domingo, 16 de outubro de 2011

Tomei coragem e abri o meu coração

amor eterno

Tomei coragem e abri o meu coração.
E com a chave que a muito não usava...
por não encontrar a quem pudesse mostrar!
E com cuidado foi abrindo aos poucos!
O meu coração e tirei todos os segredos...
Que estava guardado na escrivaninha,
num canto qualquer do coração!
todas as minhas anotações...
E resolvi mostrar a todos o que nelas continha!
as palavras que guardava para ti.
que escrevia com sentimentos e saudade!
Quando eu olhava em volta só enxergava você!
olhando o luar via a sua imagem refletida.
olhando os jardins sentia o seu perfume.
olhando os pássaros se acasalando.
lembrava como era bom te amar!
Agora que você voltou vou lhe mostrar
E a todos também vou fazer questão,
de dizer por ti me transformei!
Numa rabiscadora de poesias...

O VERDADEIRO AMOR NUNCA MORRE

28mei-tatty.gifSe achares que o amor enlouquece,
Não compreendes a força que ele tem

Então tão logo se envaidece
E esquece como é amar alguém

Amar,
Fogo que não desaparece,
Vida que resplandece,
Sentimento frágil e eterno,
Sincero e marcante
Que só aquele que ama tem

Olhares que dizem tudo
Corações que esperam toda vida por um segundo

Aquele beijo que cala o mundo

Apaga as incertas,
Matem viva chama da eterna pureza
Digo-lhe, é amor eu sei!

Pois verdadeiro é o amor que nunca morre
Metade que nunca se afasta
Saudade,
Que faz de nós uma só parte

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

INVERSO





Odeio-te.. Odeio-te porque me fazes falta..
Odeio-te porque és importante pra mim..
Odeio-te porque tenho saudades tuas..
Odeio-te porque te quero abraçar com todas as minhas forças..
Odeio-te porque me fazes feliz..
Odeio-te porque és a força quando penso que ela já não existe..
Odeio-te porque sim..
Odeio-te porque tudo o que quero e estar contigo e não te largar nunca mais..
Odeio-te porque os momentos que passo contigo me fazem sorrir..
Odeio-te porque quero sentir, a tua mão que acalma, as tuas frases fora de contexto e sem razão de ser que me tiram do serio mas me fazem sorrir de novo..
Odeio-te por todo o carinho que sinto por ti..
Odeio-te pela amizade que deixaste criar...
Odeio-te porque não vês nos meus olhos que te adoro..
Odeio-te porque não sentes a minha falta como sinto a tua..
Odeio-te porque não lês os meus pensamentos quando tudo o que dizem e "preciso de ti"..
Odeio-te porque, de repente, a tua vida parece demasiado preenchida para que eu faca parte dela..
Odeio-te porque já não me dizes que gostas de mim..
Odeio-te porque já não sorris para mim como antes..
Odeio-te porque sei que já não pensas em mim..
Odeio n te odiar...
E irrita-me não saber adivinhar o que pensas quando não falas..
O que sentes quando não ages..
Irrita-me não saber se também tenho um lugar em ti como tu tens em mim..
Irrita-me já não ter o teu ombro para chorar..já não ter o teu olhar para sorrir..
Irrita-me esta insegurança por dentro..
Irrita-me não saber.... Irrita-me este egoísmo... Irrita-me, irrita-me, irrita-me.. Irrita-me porque te ADORO...muito!

sábado, 1 de outubro de 2011

Coração de papel - Escrito nas Estrelas - Zé Renato

Sonhos - Ghost - do outro lado da vida

Quando os nossos sonhos se acabam, fica um vazio imenso,
Uma vontade de parar, De desistir de tudo...
É um período difícil, em que os dias,
as horas, e até os segundos são longos...
Não conseguimos progredir...

Falta vontade, motivação...
Fechamo-nos para tudo e para todos,
como se nada importasse, nada tivesse algum valor...
Vamos nos destruindo pouco a pouco...
Por que será que muitas coisas em que acreditamos, chegam ao fim?
Acreditamos na felicidade eterna,
e muitas vezes ela não passa de um pequeno tempo...
Tempo suficiente para deixar uma saudade infinita...
Até que um dia...
Um novo sonho começa a dar o ar de sua graça, chegando de mansinho,
tentando abrir os cadeados do nosso coração...
Estamos trancados, com um enorme medo de sofrer de novo.
Mas mesmo assim, o novo sonho vem chegando, trazendo na mala tudo de
novo...
E como todo novo sonho, é regado de novidades que fascinam, mexendo
com emoções adormecidas, trazendo de volta a emoção de viver, amar,
recomeçar!
Nesta hora, quando tudo res
surge,
podemos avaliar melhor a vida...
Temos que transformar cada pequeno instante, em grandes momentos...
Eliminar tudo que maltrata o nosso corpo, o nosso espírito, e dar
lugar somente ao que nos engrandece
como verdadeiro ser humano e filho de Deus!
E se os seus sonhos e
stiverem nas nuvens, não se preocupe...
Eles estão no lugar certo.
Construa os alicerces, e SUBA!
Nunca desista de ser feliz!

SONHE, pois o SONHO comanda a vida!!!

Atreve-te a SONHAR e encontra a FELICIDADE .



ALMAS QUE SE ENCONTRAM... - Angel - Sarah McLachlan (Tradução)

Dizem que para o amor chegar não há dia...
Não há hora...
E nem momento marcado para acontecer.
Ele vem de repente e se instala...
No mais sensível dos nossos órgãos... o coração.

Começo a acreditar que sim...
Mas percebo também que pelo fato deste momento...
Não ser determinado pelas pessoas...
Quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores...
Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada.

Quando duas almas se encontram o que realça primeiro...
Não é a aparência física, mas a semelhança das almas.
Elas se compreendem e sentem falta uma da outra....
Se entristecem por não terem se encontrado antes...
Afinal tudo poderia ser tão diferente.

No entanto sabem que o caminho é este...
E que não haverá retorno para as suas pretensões.
É como se elas falassem além das palavras...
Entendessem a tristeza do outro, a alegria e o desejo...
Mesmo estando em lugares diferentes.

Quando almas afins se entrelaçam...
Passam a sentir saudade uma da outra...
Em um processo contínuo de reaproximação...
Até a consumação.

Almas que se encontram podem sofrer bastante também,
Pois muitas vezes tais encontros acontecem...
Em momentos onde não mais podem extravasar...
Toda a plenitude do amor...
Que carregam, toda a alegria de amar...
E de querer compartilhar a vida com o outro,
Toda a emoção contida à espera do encontro final.

Desejam coisas que se tornam quase impossíveis,
Mas que são tão simples de viver.
Como ver o pôr-do-sol...
Ou de caminhar por uma estrada com lindas árvores...
Ver a noite chegar...
Ir ao cinema e comer pipocas...
Rir e brincar...

Brigar às vezes,
Mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial.
Amar e amar, muitas vezes...
Sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo...
Sem que a despedida se faça presente.

Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo...
E em um espaço diferente...
Do que suas realidades possam permitir.

Mas depois que se encontram...
Ficam marcadas ... tatuadas...
E ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas...
Elas jamais conseguirão se separar...
E o mais importante ...
Terão de se encontrar em algum lugar.

Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas...
Porquanto entenderão, por si só, a infinita necessidade...
Que têm uma da outra para toda a eternidade.

Onde andas? - Anjos - Virar a página - Official Video clip .


Onde é que andas que não passas por mim…
Onde estás tu?
Amor que sempre pensei em encontrar?
Será que te encontrarei…?
Estou ansiosa pelo momento…
Aparece depressa…
Preciso de ver-te…
Beijar-te…
Abraçar-te…
Preciso do teu calor no meu corpo…
Preciso de ti!
Como posso precisar de alguém que não conheço…?
Que não alcanço…
Eu tenho tentado…
Mas…não tenho encontrado…
Uns até chegaram, mas…não ficaram…
Enganaram-me…
Iludiram-me…
Mentiram…
Partiram…
Todos tiveram o seu fim!
Alguns deixaram lembranças…
Outros…esperanças…
Muitos provocaram-me mudanças...
Mas agora procuro um alguém…
Mas…não sei quem…
Será que já encontrei…
Talvez…
Quem o poderá afirmar…
As vezes estamos tão longe…
E tão perto…
Mas não vemos…
Não percebemos…
Mas agora só sei que preciso de ti!
Preciso amar-te!
Cuidar-te!
Conhecer-te!
Vem…
Não demores…
Estou ansiosa…
Estou à tua espera…
Estou desejosa por dizer-te:
AMO-TE!

O TAMANHO DAS PESSOAS - Pitbull - Rain Over Me ft. Marc Anthony


Variam conforme o grau de envolvimento...

Uma pessoa é enorme para você, quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado.



É pequena para você quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas:

A amizade,
O respeito,
O carinho,
O zelo,
E até mesmo o amor.

Uma pessoa é gigante para você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto com você. E pequena quando desvia do assunto.


Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.


Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas.

Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande.

Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações.

Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma.

O egoísmo unifica os insignificantes. Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande...

...é a sua sensibilidade, sem tamanho...